07 agosto, 2009

Quem disse que o "evangelho" não reconcilia?

Assista esse vídeo:

.
Existe um evangelho muito poderoso, capaz de transformar muitas pessoas. Esse evangelho torna possível a reconciliação entre qualquer tipo de pólos divergentes, seja no âmbito emocional, filosófico ou doutrinário. A partir dele muitas pessoas se arrependem de antigas atitudes, voltam atrás em suas convicções, se esvaziam de si mesmo.

Esse evangelho atrai grandes vitórias para os que o seguem, grandes conquistas. Muitas igrejas explodiram em crescimento a partir de seus ensinamentos e milhões de pessoas são alcançadas diariamente por ele. Neste evangelho existem muitas manifestações de poder e de fogo, uma explosão de dons e de milagres. A partir dele muitos operários falidos se tornaram empresários bem sucedidos ao ponto de nem mesmo uma crise financeira de proporção mundial abalar, mesmo que ligeiramente, suas estruturas, pois nele o crescimento não para.

Não, não estou falando do Evangelho de Jesus Cristo. Estou falando de outro evangelho, um que não está, a exemplo daquele, baseado no amor. Bem, na verdade está baseado sim no amor, mas não no amor incondicional de Deus por nós, e sim no amor com bases em outro tesouro, um tesouro que se corroe, que não permanece para sempre, que é portanto pura ilusão...
.
Ruy Cavalcante
.



4 comentários:

  1. É verdade... Esse evangelho tem se expandido e atraído multidões.
    Será que eu poderia chamá-lo de evangelho segundo o interesse pessoal ?
    Mais Timoteo já nos advertia dizendo-nos que por causa dessa cobiça muitos se desviariam da fé (só que nesse caso muitos usam da fé para poder justificar os atos que não são condizentes com a verdadeira palavra de Deus).
    Desses tais Paulo dizia a Timoteo; "Contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.1TM 6:5
    Mais aquele que busca o Senhor verdadeiramente ele diz para tomarmos posse da vida eterna, mantendo-se diante de Deus que todas as coisas vivifica, guardando os mandamentos sem macula e repreensão ate a vinda de JESUS.Nisso temos que confiar e fazer diante do NOSSO IMENSO E GRANDIOSO DEUS.
    Caren Oliveira de Araújo

    ResponderExcluir
  2. E em anexo a este texto deixo esta mensagem lida no blog Inconformidade Cristã para todos os irmãos que lerem associarem e comentarem a respeito;
    "No início, a igreja era um grupo de homens centrados no Cristo vivo. Então, a igreja chegou à Grécia e tornou-se numa filosofia. Depois, chegou a Roma e tornou-se uma instituição. Em seguida, à Europa e tornou-se uma cultura. E, finalmente, chegou à América e tornou-se um negócio" (Richard Halverson).
    " E Quando chegou ao Brasil, tornou-se um circo! Com tantas coreografias espirituais, malabarismo teológico, palhaçadas e milagres tirados da cartola, só poderia dar nisso."

    ResponderExcluir
  3. Isso tudo é realmente um desastre para o cristianismo... como john sttot disse, a igreja e o mundo estão parecendo duas versões de uma mesma coisa...

    ResponderExcluir
  4. Que honra a minha brother.
    Confesso que eu também sinto falta de blogs assim como o seu escritos por acreanos.
    Conheci seu blog pelo pavablog.
    Fico mto feliz pelo comentário.
    A gente podia se ver qqr dia desses pra trocar umas ideias, o que acha? a gente mora pertinho, hehe ;)

    Abração! =]

    ResponderExcluir

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.