04 março, 2010

Música gospel contemporânea - esculhambação total

Por Ruy Cavalcante

Observando nossas igrejas podemos facilmente encontrar inúmeras fontes de absurdos praticados no meio cristão (??) nos dias de hoje. A criatividade de nossos líderes não tem fim e o desejo de se afirmar no ministério contribui, alimenta este “dom”. Mas nada esculhambou mais a nossa saúde mental do que as músicas (mantras) evangélicas produzidas neste tempo de “avivamento”.

Para começar são raras aquelas que adoram ao Senhor. O fato de uma música ter sido composta por evangélicos super astros gospeis não a torna, como num passe de mágica, uma composição de adoração a Deus. Se fizermos uma comparação com músicas de 10 anos atrás veremos diferenças enormes nas letras. Incrível como em pouco tempo esquecemos o que é bom na vida. De certa forma isso explica porque o povo de Israel esquecia tão facilmente de Deus, bastava aparecer alguém ou alguma coisa que agradassem seus egos.

Por falar em ego, estas novas “composições gospeis” são a mais descarada “casa de massagem” para egos evangélicos. São totalmente antropocêntricas e, em boa parte delas, os nomes de Cristo, Deus ou Espírito Santo sequer são citados, mas uma boa ordem ou “pedido” de vitória não pode faltar. Façam o teste e verifiquem se o homem não está no centro da maioria delas, seja pedindo, determinando, recebendo ou se gabando.

Mas o pior de tudo é que, além de não adorarem e de serem antropocêntricas, elas são fonte inesgotáveis de heresias e o povo, que já se acostumou a não ler e meditar na Palavra de Deus (para isso temos nossos gurus espirituais, semideuses e apóstolos tupiniquins) acaba absorvendo tudo como a mais altíssima verdade, e ai de quem se pronunciar ao contrário.

Como forma de ilustração, vou citar alguns trechos de músicas que vieram em minha cabeça enquanto escrevia este post, utilizando um pouco de humor do tipo “rir para não chorar”. São eles:

1 - Melô do herdeiro do Rei doente (Toque no Altar – Reinar em vida)

“Eu só preciso acreditar
Chegou minha vez de celebrar
Reinar em vida eu vou”

OBS.: Na minha Bíblia, dentro da Nova Aliança, só existe um Rei, e não sou eu: (Mt 21:5 e muitos outros).

2 - Melô do fã de Santos Dumont (Filhos do Homem – Voarei)

“Voarei em Tua presença
Serei firme sobre a Rocha
A tristeza não pode mais me alcançar”

OBS.: Além de demonstrar exagerado respeito à aviação, este trecho, especialmente a última frase, esconde outra grande heresia: explica para os primeiros apóstolos (por exemplo) que a tristeza não pode alcança-los... (Rm 9:2; At 16:19-24 e muitos outros)

3 - Melô do latifundiário dedo-duro (Toque no altar – Vou ganhar no grito)

“Ao som da minha voz
Os inimigos tremerão
Mas esta terra é minha
E não vou me calar”

OBS.: Quando foi que Deus me prometeu esta terra? Na minha Bíblia, Deus me promete o “céu” (Jo 14:1-4 e muitos outros)

4 - Melô do aniversariante desviado (Toque no altar – Eu vou viver uma virada)

“Meu Deus já decretou: este é meu dia!
Minha virada festejar!”

OBS.: Se a música fosse o testemunho de um cristão antes de sua conversão tudo bem, embora não encontre bases bíblicas para a expressão “este é meu dia”, porém não é o caso. Trata-se apenas de mais um mantra gospel nonsense.

5 - Melô do crente suicida (Fernandinho – Fogo consumidor)

“Fogo consumidor, vem arder em nós”

OBS.: Este é o cúmulo do remorso gospel. Pedir pra ser queimado pelo fogo consumidor? Essa elite gospel sabe o que é fogo consumidor pelo menos? Bom, na minha Bíblia o fogo consumidor possui ligação direta com a ira de Deus. Eu quero é a misericórdia dEle e seria prudente da parte deles pedir o mesmo (Is 30:30; Hb 12:27-29 e muitos outros)

Esta é clássica.
6 - Melô da vítima do cobrador de ônibus (Toque no altar – Restitui)

“Restitui!
Eu quero de volta o que é meu”

OBS.: Agora somos senhores de Deus e damos ordens para Ele nos devolver aquilo que afirmamos ser nosso. É meus irmãos, Deus não mata mais...

Seria necessário um blog inteiro somente sobre este assunto para citar apenas trechos de músicas inúteis, mas observem e respondam vocês mesmos: Estas músicas estão centralizadas em Cristo ou no homem? Estes trechos possuem bases bíblicas ou servem apenas para massagear nossos egos e iludir nossos desejos pessoais?

Que falta nos faz uma boa e velha harpa cristã...

Fonte da imagem: www.pulpitocristao.com



6 comentários:

  1. Os chamados "evangelicos" pedem para serem zombados.
    Para eles musica boa é musica gospel.
    Na minha opinião musica boa é musica boa, e musica ruim eh musica ruim.
    Ainda acho Ruy que um blog só pra esse assunto ainda seria pouco rsrsr.
    Das citadas a TOP mesmo é a RESTItUI rsrsr por tamanha petulancia.
    Vc eskeceu de citar Batismo no Onibus, muito tocada na radio Boas Novas... que de "boas" tem quase nada rsrsrs Essa é recomendasissima para quem quer bolar de rir.
    Não guento a falta de criatividade, vendo o sertanejo gospel, axé gospel, funk gospel....
    E ainda mais, Banda Djavu e o Regis Danese tem muita coisa em comum... vamo ver quem some primeiro!!

    ResponderExcluir
  2. Eu esqueci dessa pq não costumo ouvir a benção ki eh a radio boas novas.. tenho medo das profecias.. kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o post!

    Eu tenho certa dificuldade em relação ao significado do fogo na bíblia, pois, em várias passagens que aparece, o significado é variado.

    Ontem(domingo) na minha igreja, foi cantada o "hino" fogo consumidor, que quando eu me pediram pra cifrar a música eu comecei a analisar, de forma superficial, a letra e me veio a dúvida: qual o sentido do fogo nessa letra? É o fogo da ira de Deus ou um fogo de poder(como muitos assim dizem) do Senhor?

    Infelizmente, as três últimas músicas são cantadas em minha igreja, dentre tantas outras como Sabor de "fel"(mel), A vitória da cruz(a música diz que foi no inferno...)!

    "Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências" 2Tm 4.3

    A paz do Senhor!

    ResponderExcluir
  4. A paz irmão Aelson,

    Apesar do tom de brincadeira, o post é muito sério. É incrível como este assunto tem sido negligenciado em nossas igrejas, pois a maioria parece estar interessado apenas em cantar aquilo que o povo quer ouvir, ou seja, que eles são especiais, que são vencedores, que ficarão ricos, e etc.. pouco se canta sobre renúncia e santidade, cruz e salvação, soberania e perfeição de Deus...

    ResponderExcluir
  5. E quantos vão crer que Jesus é o único e eterno salvador através desse blog ?
    Mateus 7: 1 Não julgueis, para que não sejais julgados. No mesmo capítulo Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
    8 Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.
    9 E qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?
    10 E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?
    11 Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?
    12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.

    ResponderExcluir
  6. Não entendi, mas como começou com o clássico "não julgueis, para que não sejais julgados", eu já sei que nunca sequer leu a bíblia, então não merece resposta.

    ResponderExcluir

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.