26 março, 2010

O toque ungido - Adoradores de Gezuiz

.
Tente assistir este vídeo até o fim. Eu sei que é difícil, dá enjôo, mas tente.



Quando assisti a este vídeo pela primeira vez, minha primeira reação foi rir muito. Mas antes que ele chegasse ao fim comecei a ficar triste e frustrado, principalmente quando comparam tocar nas vestes de Jesus com tocar num adorador de mamom como esse superastro, ungido, highlander pai-de-santopóstolo do vídeo. Eu não consigo entender como crentes em Jesus, pastores, pessoas com todas as oportunidades possíveis para conhecer e estudar a Palavra de Deus, podem deixar-se levar por tamanha idolatria.

Como tem faltado Evangelho para nossas vidas! Como será o futuro de nossas igrejas se as coisas ensinadas são absurdas e as práticas absolutamente imbecis e delirantes como estas?

Hoje em dia tem sido muito mais difícil ensinar aos crentes o que é ser cristão do que falar sobre Cristo com alguém que não crê, aliás, os maiores culpados pela falta de fé somos justamente nós, os “crentes”.

Já disse e repito. Divorcio-me dessas práticas, nego-me a ensiná-las, abro mão de ser crente.

O que eu quero mesmo é ser servo, cada dia mais. Servir a Deus e a meus irmãos, ter uma vida simples assim como o Evangelho é simples. Se tiver que tocar em alguém, que seja em Cristo, pois quero habitar no seu Reino. Quero conseguir dar importância para todos ao meu redor, mais do que a mim mesmo. Quero dedicar toda glória de minha salvação, santificação e justificação somente a Jesus, pois foi somente Ele que sofreu e morreu por minha causa.

Pessoas como as do vídeo jamais fizeram algo pelas nossas vidas e, portanto não merecem nenhum crédito. Jesus fez tudo, Jesus é tudo. Ele é suficiente para a minha e para a sua vida.

Não se deixe conduzir por idolatrias e doutrinas que nascem no coração corrupto do homem (II Pe 2:1), não faça parte disso. Creia em Cristo, siga a Cristo, obedeça cegamente somente aquilo que Ele ensinou e determinou (Jo 14:21). Ele é o verdadeiro Ungido (At 4:26-27), todos os outros são genéricos. Ele é nosso líder espiritual verdadeiro (Mt 23:8-10), a quem devemos submeter nossas vidas. Não entregue o que Ele salvou para homens ou mulheres, pois todos eles, todos nós, somos maus e buscamos nossa própria glória.

Não estou ensinando a insubmissão. Submeta-se a quem de direito, mas até o ponto em que a Palavra de Deus não seja falsificada (At 5:27-32), se for o caso, levante-se contra, pois é nossa obrigação zelar pelo Evangelho verdadeiro de Cristo (At 17:10-11; Gl 1:8-9).

Estarei atento para a próxima artimanha, e sim, eu me levanto contra esses “ungidos”...

Ruy Cavalcante



0 comentários:

Postar um comentário

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.