05 julho, 2010

Você ama a Deus realmente ou são apenas palavras?

Por Ruy Cavalcante

Acho que não é novidade para ninguém o conceito de que amar não é apenas um sentimento, mas uma atitude, afinal de contas, amar é verbo, não substantivo.

Acredito que todas as vezes que você perguntar em sua comunidade cristã quem ama a Deus, todos responderão positivamente. Provavelmente ninguém responderia que não ama ou que não tem certeza se ama ou não.

Porém “amar a Deus” não se resume em gostar de Deus ou em acreditar nEle. Uma vez que amar é uma ação, uma atitude, posso afirmar sem dúvidas que a principal ação que envolve “amar a Deus” é a obediência à sua Palavra, às suas leis. Senão vejamos:

Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele”. (João 14:21)

Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando”. (João 15:14)

Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor”. (João 15:10)
Jesus não deixa dúvidas quanto à necessidade de demonstrar esse amor pela obediência, uma vez que ela prova se nosso amor é genuíno ou apenas um discurso vazio.

Dessa forma, gostaria de citar alguns desses mandamentos para que possamos responder a esta pergunta adequadamente e para que possamos nos despertar para o que Jesus ordenou que praticássemos.

1 º - Pregar o evangelho e fazer discípulos (Mateus 28:18-20) – Se você respondeu que ama a Deus, então com certeza você obedece a este mandamento, correto?

Esta talvez seja a ordem de Cristo mais repetida dentro das igrejas justamente por ser essencial para quem se torna seu discípulo. É impossível você afirmar que ama a Deus e não obedecer sequer a ordem mais geral e universal para a igreja enquanto corpo. Pregar o evangelho não é responsabilidade apenas de pastores, mestres a evangelistas, mas de todos aqueles que professam o nome de Cristo e que dizem amá-lo.

Se você acha que ama a Deus e a única coisa que faz por Ele é tocar algum instrumento no coral, limpar a cadeiras do templo ou fazer a recepção dos cultos (por exemplo) pode estar enganando a si mesmo. Quem ama a Deus prega o evangelho, seja no púlpito, ou no trabalho, na faculdade, no bairro, nas conversas com amigos, na internet, no twitter, etc.

2º - Amar os outros sem o requisito do merecimento (João 15:12) – Obviamente que, se você respondeu que ama a Deus, o padrão para o amor que você pratica para com seus irmãos e seu próximo segue o mesmo padrão de Cristo, ou seja, independe do merecimento de quem se ama.

O mandamento de Cristo é que devemos amar como Ele amou e não como nós achamos que devemos amar. Jesus não amou apenas seus amigos ou as pessoas que o faziam bem, pelo contrário, Ele nos amou sendo nós ainda pecadores (Romanos 05:8), logo, se você ama a Deus também ama seus irmãos e seu próximo mesmo quando eles não te recompensam por isso, seja com a reciprocidade ou com qualquer outra vantagem que pode surgir a partir da prática do amor. Amar os nossos amigos é uma prática que as pessoas que não servem a Cristo fazem naturalmente, isto não nos torna diferentes de ninguém.

3º - Negar seus próprios desejos em favor de Cristo (Mateus 16:24) – Se você ama realmente a Deus, nada mais natural que você busque fazer aquilo que o agrada, mesmo que para isso seja necessário abrir mão de coisas que te dão prazer.

Ora, Jesus não veio ao mundo, sofreu e morreu pelos nossos pecados para que pudéssemos ter uma vida divertida e sim para que fossemos salvos da condenação certa. Para isso Jesus exige renúncia, obediência e santidade. Essa mudança de vida é essencial para aquele que afirma amar a Deus, assim como João Batista pregou, devemos produzir frutos dignos de arrependimento, isso significa mudança de atitude frente ao pecado que outrora foi natural.

Com certeza este texto seria enorme se eu tivesse a pretensão de enumerar e comentar todos os mandamentos de Cristo para seus discípulos, porém acredito que estes três já sejam suficientes para que possamos responder a esta pergunta sem vacilar. Portanto, se você obedece estes mandamentos, possivelmente suas palavras são verdadeiras quando afirma amar a Deus, doutra maneira, caso não esteja agindo em conformidade com estas ordens, é melhor começar a mudar de atitude e agir antes que o ladrão venha e seja tarde demais.

Pense nisso...



6 comentários:

  1. vou ser sincera,não gostaria de estar respodendo assim. mas infelizmente eu não amo.eu creio nele no seu poder,eu me emociono quando vejo ações que vem dele.eu não sei o que realmente sinto por ele.sei que não é amor porque amar incondicionalmente de dentro pra fora.viver em função dele. eu quero muito ama-lo de verdade. acima de tudo que ele seja o meu unico Senhor. mas confesso eu não o conheço tem horas que acho que ele é amor outras que ele é só ira. parece que não me quer.eu tambem sinto que ele não me ama.pode quem quiser me chamar de louca. mas loucura pra mim é querer enganar a Deus.ele sabe de mim e não adianta eu usar palavrinhas bonitinhas.não me orgulho nem um pouco. desejo poder usar minha voz para gritar bem alto. DEUS EU TE AMO e ser util na obra dele.

    ResponderExcluir
  2. A sua atitude em postar seu comentário já demostra preocupação, demostra dúvidas. Não te conheço mas tenho certeza que você o ama, por mais que as vezes Deus parece estar tão distante acredite ele está muito perto dentro de você é por isso que as vezes você não o ver, apenas se olhe no espelho e verá o quanto ele te ama. A graça de Deus te basta!! Abraços

    ResponderExcluir
  3. obrigado anonimo por sua resposta, não me identifiquei meu nome é sandra. mas infelizmente eu sou assim e, é isso que sinto em relação a Deus. e quando me olho no espelho ai é que vejo que ele não me ama. sei que Deus não perde nada com isso, já eu. no mais um abraço á você tambem.

    ResponderExcluir
  4. Oi Sandra td bem.Eu li seu comentário,eu entendo o q vc pensa pois todos são donos deles por isso o livre arbítrio,mas vou te falar q só o desejo de vc querer amar e pensar diferente do q vc pensa já é um começo.pois Deus é maravilhoso e só dele ter se sacrificado pra nós dar a vida eterna já me faz ama lo mas q tudo,espero q vc conheça e o ame pois eu desejo pra vc o melhor pois só de vc ser uma criação dele já é maravilhoso.ame ele creia nele seja dele e verás q vc fará a diferença.bjs

    ResponderExcluir
  5. O amor é decisão Márcia.. não se trata de um sentimento que simplesmente nos faça ter sensações. Decida amar a Deus, é apenas isso que Ele espera de ti.

    ResponderExcluir
  6. olá anônimo de 23 de outubro, obrigada por suas palavras.peço desculpas ao dono do blog pois, parece que estou fazendo analise. mas é isso filhos de Deus eu sou uma ingrata. eu esperei demais de Deus e hoje sou uma infeliz. e amor pra mim é como amizade. eu não gosto de me intitular amiga de ninguem. pois uma amizade verdadeira vale ouro em pó. é muita responsabilidade se declarar amiga de alguém da mesma forma é amar a Deus é muita responsabilidade dizer que o ama. até porque existe uma teoria de que Deus não sacrificou Jesus por todos e sim por alguns. que ele não ama a todos e sim alguns. que amou uns e rejeitou outros. apesar de achar essa teoria absurda pois ningúem pediu pra vir ao mundo nem os escolhidos quanto mais os rejeitados. o fato é, que mesmo achando absurdo é a unica explicação que encontro por de certa forma rejeita - lo. porque ele me rejeitou primeiro. existe uma grande discussão entre os que pregam a predestinação e o livre arbitrio. sendo que a biblia dá margem para os dois temas. eu analfabeta fico perdida.

    ResponderExcluir

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.