08 setembro, 2010

Que tal viver o Evangelho de Cristo?

Por Ruy Cavalcante

Finalmente de volta ao lar, após passar algumas semanas ausentes de casa, em outro Estado, posso enfim retomar o curso normal (e real) da vida, do Reino, do Blog, do trabalho e dos demais afazeres.

Durante esta curta viagem tive mais uma vez a (infeliz) oportunidade de constatar algo: A situação do Evangelho de Cristo é alarmante não somente em minha terrinha, mas em todo o Brasil.

Quando falo de situação do Evangelho, não quero na verdade enfatizar a situação e a “qualidade” do Evangelho de Cristo, pois este possui seu valor intacto e incalculável, mas faço referência a situação do “evangélico”, aquele que, em tese, deveria zelar pelos valores desse Evangelho.

Tanto lá (na Bahia), como aqui, parece que “viver o evangelho” se resume em pregar (lorotas muitas vezes), ensinar, falar línguas estranhas (muito estranhas) e espiritualizar tudo o que nos cerca, sem a necessidade de andar em testemunho de vida, ser exemplo de Cristo na terra, enfim, ser cristão. Ora, ministério cristão sem testemunho não passa de fachada, e fachadas são o que não faltam em nossas igrejas, fachadas lindas, mas apenas fachadas.

As pessoas estão tentando viver um cristianismo onde a simples obediência a sinalização do transito é um peso, onde sair perdendo numa transação comercial é atestado de idiotice, onde cumprir regras do condomínio é bobagem e onde não há necessidade de se cumprir acordos.

Passaram-me o troco errado, com valores acima do correto? Amém, “Deus me abençoou”. Se dar bem em cima do prejuízo alheio não afeta mais nossa consciência cristã.

Por falar em consciência cristã, em meio à campanha eleitoral, ela se encontra absolutamente escassa. Campanhas em locais de cultos, “profecias” para legitimar candidatos evangélicos e ameaças de maldição para quem não seguir a indicação de voto do “apóstolo” são apenas algumas das condutas “cristãs” encontradas em nossos arraiais.

O povo evangélico se corrompe por coisas esdrúxulas como uma pintura nova para o templo e ainda dizem: é para abençoar a igreja.

É... Muita coisa está errada, e não é um governo evangélico que mudará essa situação e sim o Governo de Cristo em nossos corações, pois somente isto pode nos transformar em novas criaturas, uma vez que não basta ter uma nova religião.

Viver com Cristo é mais do que participar de uma comunidade cristã. Viver com Cristo é andar em novidade de vida, uma vida nova, diferente da anterior onde a corrupção, a mentira, a falsidade e a falta de amor eram comuns. É amar a justiça e se regozijar em praticar o bem. É se sentir feliz quando nos tornamos capazes de dizer não para quem nos oferece benefícios em troca de votos, ou quando preferimos sofrer dano no lugar de mentir para se dar bem.

Esse é o Evangelho de Cristo, aquele que muitas vezes nos parece apenas um título de livro de aventura, algo como “em busca do Evangelho perdido”, mas que é tão real quanto a corrupção que Ele combate.



5 comentários:

  1. Lendo seu texto, reflito sobre a necessidade de repensar paradigmas de nossa fé, retornarmos a pureza do Evangelho que talvez tenha se perdido entre as cortinas do mercantilismo eclesiastico. Que se levantem, outra vez, profetas. Ótimo texto.

    ResponderExcluir
  2. Essa pureza do evangelho, quando anunciada, possui uma imagem herética ultimamente, pois destaca o amor e a servidão e nunca o dinheiro e o sucesso.. Mas cabe a nós, cristãos, continuar anunciando-o.

    Paz irmãos Eder, Deus te abençoe..

    ResponderExcluir
  3. Oi mano, graça e paz, sempre!

    Passei por aqui para conhecer seu blog.
    Estou seguindo.
    Ficaria muito feliz em me seguir lá.

    Abraço em Cristo,

    Sandro
    http://oreinoemnos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Nossa esse lance do troco que você falou, um pastor muito abençoado de Londrina estava falando de como os valores bíblicos estão sendo esquecidos, de como as pessoas estão negociando a palavra de DEUS, sendo que ela é inegociável!
    Ele contou que ele estava no mercado e a moça do caixa esqueceu de passar um certo produto caro ali, e quando ele viu imediatamente comunicou a moça e ela ficou até pasma. Isso ocorreu porque hoje em dia as pessoas só querem tirar proveito das situações, inclusive os "cristãos", que logo pensam que Deus os abençoou! E é ai que o diabo age.
    Mas ainda bem que DEUS tem levantado uma geração de despertos e inconformados com este mundo!

    God Bless

    ResponderExcluir
  5. Amém maninha ANa,

    Um belo exemplo que como é simples ser cristão. Basta fazer o correto por amor a Cristo..

    Deus te abençoe

    ResponderExcluir

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.