06 junho, 2011

Guerra Santa contra mim mesmo

Por Ruy Cavalcante

Olá, meu nome é Igreja e gostaria de me falar algo...

Tenho me observado nos últimos dias e percebi que meu discurso anda meio estranho. Estranho porque não parece que estou conseguindo usá-lo para anunciar que ainda existe uma solução para o mal, pelo contrário, meu discurso está gerando ainda mais ódio e não foi assim que aprendi com Cristo.
Como exemplo mais recente, posso citar a forma como tenho conduzido a discussão sobre o homossexualismo e a PL 122. Não consegui gerar debate, mas embate. As pessoas não estão meditando no que Cristo ensina através desta minha guerrinha, antes estão construindo a cada dia um muro maior de frustração entre elas e eu. Mas sinceramente, eu não entendo porque apontei todas as minhas armas para o homossexualismo, se dentro de mim existem órgãos tão doentes.
A verdade é que eu estou cada dia mais hipócrita.
Quantas vezes eu não me pego em flagrante prostituindo-me? Quantas vezes abandono as necessidades de meus membros que considero menos honrados, para buscar a satisfação de membros superiores, especialmente minhas mãos, olhos e língua? Isso também não seria pecado? E quantas vezes tenho traído meu noivo, trocado seu amor por bajulação, riqueza, unção, poder e vitória?
Eu sei que minha convicção contra a prática homossexual é bíblica, mas é tão bíblica quanto a aversão que Deus sente pela falta de perdão que eu cometo todos os dias.
Não sei, eu só acho que se eu amasse mais, até mesmo os homossexuais seriam contra a tal PL, pois eles não abririam mão de um amor verdadeiro por uma prática não tão boa assim ou, pelo menos, pensariam melhor a respeito.
Poxa, será que eu não enxergo que eles, os homossexuais, estão me odiando cada vez mais? De que maneira eles irão desejar o nosso Deus se, em nome dEle, criamos uma guerra de acusações? Na verdade eu acho que tenho muito que acusar a mim mesmo antes de começar a acusar os outros.
Se for para entrar numa guerra, espero que eu escolha uma guerra contra mim mesmo, contra meus próprios erros antes que todos virem-me as costas.
Melhor seria eu passar fome, nudez e não ter nenhuma porta aberta nem promessa sobre minha vida do que me faltar amor para dar ao pecador, pois eu sou o maior deles.
Todo dia eu busco honra e poder, desejo unção, determino vitória, mas não busco ser cristão.
Eu tenho pena de mim se eu continuar assim...



19 comentários:

  1. Bravo!!!!!A Revolução contra as catedrais do ego já começou!Clamo ao Senhor a misericórdia do discernimento.
    Paz contigo estou te seguindo.....visite
    http://confiantenosenhor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ruy Cavalcante06 junho, 2011 18:24

    Paz maninha Paula,

    Sim, a revolução começou, espero que consigamos enxerga-la...

    Paz contigo, seguindo tbm.

    ResponderExcluir
  3. Muito booooom!!!!!!Parabéns Ruy. Agora entendi o 'mim mesmo', rsrs ficou perfeito'. Só desenhando pra quem n entendeu.

    ResponderExcluir
  4. Ruy Cavalcante07 junho, 2011 09:21

    Viu Elídia, vc faz parte deste projeto eheheheheh

    Paz maninha, Deus te abençoe...

    ResponderExcluir
  5. ...e assim começa a esperada Nova Reforma Protestante!

    ResponderExcluir
  6. Ruy Cavalcante07 junho, 2011 16:38

    Olá Leilahh :)

    Se cada um de nós conseguisse reformar pelo menos a si mesmo, a vida de muitos outros mudaria... para melhor

    ResponderExcluir
  7. Ruy Cavalcante10 junho, 2011 00:20

    Valew irmão Marcello...

    Espero que sirva para alguns como tem servido para mim...a paz..

    ResponderExcluir
  8. Oopa..
    É isso mesmo, a igreja (leia-se, nós) tem se preocupado em manter os seus "dogmas" intactos e se esquecido que no meio disso tudo, existe o amor de Deus, que é manifesto e aberto a TODOS. Claro que, como seguidores que somos da palavra de Deus, aprendemos a não nos conformamos com este mundo(Rm 12.2) e repudiar veementemente as práticas pecaminosas, mas nunca julgar, Excluir ignominiosamente, ou agir de modo preconceituoso e discriminatório contra quem quer que seja. Como vocês mesmo disse, "...não foi assim que aprendi com Cristo."
    Devemos amar uns aos outros, "como se não houvesse amanhã", amar como Ele nos amou. Pois quem não ama, não conhece a Deus!
    As palavras de João são claras em relação a isso:
    "E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão." 1 João (4.21)

    Deus os abençoe em Cristo Jesus!

    ResponderExcluir
  9. Se você permitir, gostaria de estar publicando este texto em meu blog. Claro que preservando seus direitos autorais sobre o texto.

    Fica na Paz

    (http://camposesantos.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  10. Paz amado Sâmio,

    Grato pela contribuição nos comentário.. fique a vontade para utilizar o texto como preferir..

    Deus abençoe, paz

    ResponderExcluir
  11. Ruy, A Paz do Senhor!!!!

    Não acompanhei a sua divulgação sobre a PL-122, mas dos que acompanhei em momento algum, vi e ouvi discriminação, outrora que sempre os enxerguei como cidadões, porém quando a prática é confrontada com a Bíblia, ela se torna pecaminosa!
    É claro, que deve existir pessoas, que creiam piamente que para está prática não haverá perdão, claro que só não haverá para quem não quiser, acredito também que ficar bajulando-os com as suas decisões, é necessário que tenhamos cuidad ao falar, em minha família, temos pessoas que são homossexuais, mas sempre fomos muitos taxativos em lhes dizer, que JESUS CRISTO os ama, porém as práticas são abomináveis aos olhos de DEUS, e é claro que sempre tem alguém que vem com a palavrinha "JULGAR" e nos dizem, mas vcs não têem o poder de Julgar, quem Julga é somente CRISTO, e eu sempre respondo, queridos o Julgamento Final será somente dele, quanto a nós CRENTES, nos cabe denunciar o pecado, e quando fazemos isto, somos identificados como os Julgadores, porém na bíblia também está escrito, para que separemos o Joio do trigo, amá-los não quer dizer que devemos concordar com eles, e sim adomoestá-los sobre o que tal prática trará á eles!!!
    Eu não sei o que vc quis dizer com este texto, porque da forma em que vc descrevi os seus textos, entendemos que vc os pratica, e hoje nos surpreende com este!!!!

    Vc realmente, estava relatando sobre vc? O seu "EU"?

    Temos que amar uns aos outros, sim, porém não podemos nos esquecer que o Mundo está caminhando para se tornar, ou se, já não se tornou em uma nova Sodoma e Gomorra, e isto fará com que Deus, venha com seu fogo consumidor....

    Cuidado Ruy, não entre nesse amor, que muitos que dizem Servir á Cristo estão pregando, o Anti-Cristo, virá com toda esta "meiguice" para nos influenciar e nos enganar, mas nós CRENTES, temos sim que a cada dia combater o Combate, combate este que DEUS nos colocou, para combatê-los com oração, jejum, devoção, e pregar a verdadeira palavra.

    Pessoas fingindo serem da Luz, teremos e temos dentro das igrejas, e não sei aonde vamos parar com todo este "AMOR" que pregam de forma, como se não houvesse mais pecado!!!!

    Não se compare as pessoas, na qual vc não sabe qual o temor e a intimidade delas com DEUS, muitos pregam, muitos dizem segui-los, porém dele nada sabem, e tão pouco querem o conhecer verdadeiramente, porquê para conhecê-lo tem que renunciar o pecado, as práticas, o meu "eu" e tudo aquilo que nos impede, de servi-lo, a Bíblia está aí, para nos ajudar...

    Um forte abraço, que DEUS em Cristo o abençõe e o ajude nesta caminhada, que muitas das vezes engana até mesmo nossos pensamentos! Será que se eu for, somente caridosa irei ao CÉU?

    Sds,
    Priscila Araújo.

    ResponderExcluir
  12. Ruy Cavalcante17 junho, 2011 12:07

    Olá irmã Priscila, a paz.

    Acho que você não entendeu bem o ponto de vista do texto e talvez seja culpa de minha maneira de escrever mesmo, vou tentar te esclarecer melhor o que eu quis dizer:

    1º - Eu não pratico o homossexualismo nem nunca pratiquei ou tive qualquer inclinação homossexual, porém escrevo em primeira pessoa por uma razão simples, quando falo ou critico a igreja, estou criticando a mim mesmo, pois assim como vc, eu sou a igreja, entende?

    2º - A IP 122 e o homossexualismo foi usado no texto apenas como ilustração, o texto não se refere a isso, e eu não sou a favor da aprovação da mesma, embora também não creia que isso deva ser tão preocupante assim, pois o verdadeiro servo de Jesus prega contra o pecado (entre eles o homossexualismo) com ou sem lei que o proiba, com ou sem risco de ser preso, pois importa-lhe primeiro obedecer a Deus e por amor de Cristo Ele é bem aventurado se for perseguido.

    3º - A idéia do texto se divide em duas: PRIMEIRO. A igreja possui muitos pecados sendo cometidos internamente, tão graves quanto o homossexualismo, como as falsas profecias, falsas doutrinas, o adultério (segunda pesquisa do BEPEC – Bureau de Pesquisa e Estatística Cristã, 11,96 das mulheres evangelicas casadas e 24,68 do homens confessa que traem ou já traíram seus conjuges), a fofoca. Dessa maneira, quis mostrar que não adianta começar uma guerra contra os pecados de fora da igreja, se dentro existe muita coisa para ser concertada. A guerra deve existir, mas precisa começar dentro de nós. SEGUNDO. A maneira como a igreja tem debatido a questão da homossexualidade, não apenas agora, mas no decorrer da história, não está conseguindo mostrar a eles que de fato nós os amamos... amar não é um discurso mas uma prática. Pouco adianta dizer que os amamos se quando eles chegam até nossos templos olhamos para eles como se olhassemos para um animal e no fimm de tudo isso estamos conseguindo apenas que eles nos odeiem, tenham preconceito conosco e busquem distancia da igreja. Antigamente a igreja caia na graça do povo (Atos 2:47), do povo que não era igreja, pois ela amava de fato e não apenas de discurso.

    Essa é a perspectiva do texto. Sou absolutamente contra o homossexualismo e para isso não existem atenuantes, é pecado.

    Deus te abençoe sempre..

    ResponderExcluir
  13. Ruy Cavalcante17 junho, 2011 12:20

    Em tempo,

    Irmã priscila, eu concordo absolutamente com você e a minha preocupação é justamente que não nos transformemos em uma nova sodoma e gomorra, pois muitas vezes a igreja e o mundo estão parecendo duas versões de uma mesma coisa.

    Eu tbm concordo quanto ao que você falou sobre o amor, ele não é como um conto de fadas.. Jesus foi muito duro e firme quando precisou ser e mesmo assim Ele é a personificação do amor.

    Este texto foi escrito num estilo diferente dos outros textos do blog propositalmente, estar em primeira pessoa não significa que eu pratico tais pecados ou que sou conivente com eles, é apenas um estilo literário diferente que utilizei para chamar atenção para nós mesmos;;

    Espero que agora tenha entendido..

    Grande abraço, fica com Deus.

    ResponderExcluir
  14. Priscila Araújo17 junho, 2011 14:22

    Ruy,

    Mas se eu for viabilizar o que ocorre dentro da Igreja, jamais poderei denunciar qualquer pecado, não posso me privar por conta de outros "errantes" a frente de ministérios, afinal salvação é individual, quer queira vc ou eu, as pessoas que queiram viver no "Erro e pecado" sempre viverão e sempre nos verão como se fossemos preconceituosos e nos achassemos "Santos" o suficiente, para pregar o Evangelho, a Igreja Física ela é composta por Crentes (Na linha de racíocinio tem que ser a 1ª porquê é a oração do Crente, que a segura em pè, através do amor de Cristo), evangélicos e frequentadores, isto vem desde quando JESUS CRISTO veio ao mundo, (É Claro bem antes), imagine pois e olha que naquela época já existiam isto que hoje ocorre na igreja, se JESUS CRISTO, tivesse tido a mesma linha de pensamento como este (Claro que não é só SEU e sim de muitos)(levando a lógica de queu o racícinio dele também era humano, de carne e osso), com certeza ele ficaria travado como muitos hoje ficam e inclusive mudam de lado...

    Estas observações precisa-se ter muito cuidado quando relatada, pois pode trazer inumeros agravantes! Principalente para que sempre nos Julga e Julgará até a vinda Senhor!

    Não sou uma pessoa "Radical e tão pouco Fanática", mas sim Crente, procurando vencer a cada dia a serpente pecaminosa que nos rodeia, como Jesus Cristo em sua palavra, nos instrui.

    Escrever em Blog, é bom, apesar de que eu acredito, creio e crerei que DEUS não precisa da ajuda de ninguém para denunciar o evangelho obscuro que querem manchar a pureza do evangelho de CRISTO, mas da forma como foi relatado, deu-se a entender e a intenção é está de qua não devemos pregar a palavra sendo nós CRENTES!!!

    O meu despertar quanto a está escrita, foi de sendo CRENTES, não temos mais moral para denunciar evangelho, porque tudo isto que vc me relatou já sei, quem ora DEUS mostra, e tão pouco nos deixa sermos enganados, dentro de sua própria casa!

    Que DEUS em Cristo lhe ajude, e que a graça dele venha abundar em tua vida!!!

    Sds,
    Priscila Araújo.

    ResponderExcluir
  15. Ruy Cavalcante20 junho, 2011 10:19

    Olá Priscila, a paz.

    Mas eu não disse que não podemos combater e denunciar o pecado de fora, apenas disse que precisamos começar com os de dentro, só isso. e eu poderia listar dezenas de textos bíblicos que embasam meu pensamento e me dão razão, se não o fiz foi justamente para provocar ao leitor a busca pessoal na Palavra de Deus...

    A minha intenção, e você pode facilmente verificar em diversos outros posts, é fazer com que o leitor avalie biblicamente tudo o que eu escrevo, sempre me refiro a isso e, quando não cito textos bíblicos é para obrigá-los a analisar na bíblia tudo, pessoalmente, incitando-os à leitura pessoal.

    Deus te abençoe sempre.

    ResponderExcluir
  16. Priscila Araújo20 junho, 2011 13:10

    Olá Ruy,

    A Paz seja convosco!!!!

    Sim, mas existem diversas e inúmeras questões, que são como a Faca de Dois gumes, nos é necessário observamos e muito quando estamos expondo nossos pensamentos, da mesma forma que queremos repreender os de dentro, os de fora observa como sendo + uma tangente, para não nos dar ouvidos!!!

    Fique na Paz, e para mim este assunto já está encerrado!

    Uma excelenete semana, e bom feriado na Paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

    Sds,
    Priscila

    ResponderExcluir
  17. Excelente reflexão, amado!

    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  18. Obrigado maninha Eliana,

    As vezes eu (a Igreja) sou bastante hipócrita...

    ResponderExcluir

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.