16 abril, 2012

Não, o melhor de Deus não está por vir!

Por Ruy Cavalcante

Apesar desse assunto já ser um pouco batido, resolvi organizar meus pensamentos num pequeno post, pois ele é recorrente nas redes sociais, em especial no twitter e facebook.

Hoje li o último artigo do irmão Maurício Zagari, em seu blog Apenas, que fala sobre a aparente “anencefalia” que reina no meio cristão evangélico dos nossos dias.

Todas as vezes que leio a frase “O melhor de Deus ainda está por vir” é exatamente esta a sensação que tenho, a de que abandonamos de vez nossa capacidade de raciocínio, para falar coisas sem a mínima meditação.

Por isso vou ajudar nessa reflexão de uma forma bem simplista.

Após o pecado do ser humano, Deus anuncia pela primeira vez o seu melhor quando diz:
Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”. (Gn 3:15)

Pulando alguns exemplos, Moisés, enquanto enviado para resgatar o povo hebreu do Egito, figurava também o melhor de Deus.

Por falar em Moisés, praticamente toda a Lei apontava para o melhor de Deus, que naquele momento ainda não tinha vindo, desde o tabernáculo, até o sacrifício, passando pelo sumo sacerdote e os utensílios do templo.

Da mesma maneira Davi, o homem segundo o coração de Deus, também figurava o melhor de Deus que estava por vir em sua época. O que também acontecia com o profeta Samuel e todos os outros verdadeiros profetas que anunciavam ao povo as diretrizes de Deus, criando um elo entre ambos.

Adiantando-se na história, em momento oportuno da existência humana, uma criança, nascida de uma virgem, veio ao mundo, não para ser exemplo, mas para inaugurar uma nova realidade.

Aos 33 anos de idade, aquela criança se entregou a morte, e morte de cruz. Após ser crucificado, estando ainda agonizando, proferiu as seguintes palavras:

“Está consumado!”

Dessa maneira Ele estabelece:

“Eu sou o melhor de Deus! Nada mais resta a ser feito pela salvação da humanidade, eu fiz tudo o que era preciso e fiz isso porque amo vocês!”

Portanto amados, não fiquem esperando algo que seu coração egoísta tem desejado. O melhor de Deus não é um carro, não é uma casa, não é um esposo ou uma esposa, não é a cura de uma doença, nem mesmo um filho.

O melhor de Deus é Jesus, e Ele já veio!

Resta apenas uma coisa a ser feita por você (ou por nós). Inaugurar seu cérebro e, enfim, começar a servir, amar e perdoar...



4 comentários:

  1. Caro irmão Ruy, hoje fiquei muito feliz e alegre e encontrar este teu texto, claro direto como um farol no meio das trevas deste nosso infeliz momento evangélico brasileiro.
    Deus te abençoe,
    guaracy I.martins

    ResponderExcluir
  2. Eu fui contra a maré, quando fiz uma imagem para o Facebook assim: "Pare de esperar pelo melhor de Deus, pois o melhor de Deus já veio há 2000 atrás".
    Acho que muita gente ficou se conçando ao ler, mas como disse João Alexandre "Quem nada com a maré é peixe morto".

    ResponderExcluir
  3. Amém irmão Guaracy,

    espero com isso contribuir com a reflexão de alguns, pois viver negando que somos racionais não está funcionando..

    Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  4. Sim Aninha, nadar contra a maré é somente para os peixes saudáveis.. :))

    ResponderExcluir

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.