28 junho, 2012

Nada demais, apenas um desabafo


Por Ruy Cavalcante

Rogo-vos, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que sejais concordes no falar, e que não haja dissensões entre vós; antes sejais unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer.  Pois a respeito de vós, irmãos meus, fui informado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós. Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo; ou, Eu de Apolo; ou Eu sou de Cefas; ou, Eu de Cristo. Será que Cristo está dividido? Foi Paulo crucificado por amor de vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo?” (I Co 1:10-12)

Porquanto ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja e contendas, não sois porventura carnais, e não estais andando segundo os homens? Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; não sois apenas homens? Pois, que é Apolo, e que é Paulo, senão ministros pelos quais crestes, e isso conforme o que o Senhor concedeu a cada um?” (I Co 3:3-5)

Posto isso, me sinto obrigado a dizer que:

Eu não sou católico nem protestante, eu sou cristão. Não sigo bula papal, nem teses de Lutero ou institutas de Calvino, eu sigo a bíblia. Se uma bula papal não contradisser a bíblia, eu apoio, o mesmo vale para as teses de Lutero e institutas de Calvino.
Não sou arminiano, não sou calvinista, não sou carismático, não sou de Paulo nem de Apólo, eu sou apenas de Jesus.
Eu não me emociono com palavras bonitas de padres nem de pastores, o que me emociona e me faz estremecer são as Palavras de Deus, reveladas na bíblia.
Eu não quero governar, eu quero ser servo. Eu não quero enriquecer às custas do trabalho cristão, eu quero acumular riquezas no céu através dele.
Eu trabalho para me sustentar e no dia em que sonhar ser rico, trabalharei mais para alcançar isso, mas jamais me utilizarei da igreja para alcançar tal desejo.
Para mim só é de Deus se for bíblico.
E com esse desabafo não estou condenando nenhuma nomenclatura, apenas colocando Jesus como o centro de minha fé, base de minha conduta e travesseiro de minha visão.
Ele é tudo em todos, e não vejo sentido ter de me posicionar quando a alguma linha teológica, pois apesar de reconhecer o valor de cada uma delas, ambas estão sujeitas ao erro assim como cada linha que eu mesmo escrevo. Dessa forma só considero a bíblia como única e inesgotável fonte da verdade.
E que assim seja.



0 comentários:

Postar um comentário

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.