22 maio, 2015

Evangelho agradável... e falso!



Por Ruy Cavalcante

Poucas pessoas gostam de um bolo sem fermento, ele não é agradável aos olhos. Em minha região (sou acriano) esse tipo de bolo é chamado de "solado", e seu aspecto alerta nossos sentidos e faz a maioria das pessoas sequer desejar prová-lo.

Por outro lado, o bolo com fermento é diferente. Ele é bonito, visualmente agradável e é o tipo de bolo que a maioria das pessoas escolhe comer. Seu aspecto alerta nossos sentidos, fazendo-nos desejá-lo.

Bolo solado                              Bolo fermentado

Algo semelhante acontece com o Evangelho. Quando Ele nos é apresentado pura em simplesmente, sem adições, sem "fermento", poucas pessoas o recebem de bom grado. Ele não é uma mensagem atraente, pelo contrário, causa repulsa na maioria das pessoas, pois ele é loucura e escândalo.

Mas basta adicionar um pouco de "fermento" para que ele passe a ser agradável aos ouvidos. Um pouco de brilho e a maioria das pessoas passam a abraçá-lo. Entretanto, diferentemente do bolo, esse brilho e esse fermento o tornam outra coisa, ele já não é mais o Evangelho, e já não pode mais conduzir as pessoas pelo caminho que o Verdadeiro Evangelho conduz, mesmo que ele pareça maravilhoso.

No Evangelho, basta uma pequena adição de fermento para que toda a sua essência se perca, e com ela perde-se também o poder para salvação (Rm 1:16), uma vez que o mesmo deixa de ser, de fato, Evangelho.

Então entenderam que não dissera que se guardassem, do fermento dos pães, mas da doutrina dos fariseus e dos saduceus”. (Mt 16:12)
Vocês corriam bem. Quem os impediu de continuar obedecendo à verdade? Tal persuasão não provém daquele que os chama. "Um pouco de fermento leveda toda a massa”. (Gl 5:7-9)

É preciso sempre lembrar que a mensagem do Evangelho jamais será bem recebida pelo mundo, pelo contrário, ele sempre causará repulsa, tal qual um lunático com seus delírios absurdos.

Desconfie quando a mensagem de alguém que se denomina ministro do Evangelho, é recebida com alegria pelo mundo. Desconfie quando canções gospeis são compradas pela sociedade em geral, tocadas por cantores seculares não protestantes, contratadas pelas grandes empresas seculares. Você acha mesmo que grandes empresas midiáticas aceitariam que a mensagem de seus funcionários fosse repulsiva para o grande público?

Não, eles não aceitam, e por esta razão vemos tantas canções, cantores e grupos musicais evangélicos falando de um amor distorcido, anunciando coisas atrativas, mas que nem de longe sinalizam a verdadeira intenção do Evangelho de Jesus Cristo.

A mensagem do Evangelho não diz que você é uma raridade, que não importa o que você é ou que Deus vai resolver contigo essa parada.

A mensagem do Evangelho é: Arrependa-se! Negue-se! Siga-me!

Ninguém jamais pagará por esta mensagem, ela não gera lucros. Os grupos de louvores verdadeiramente cristocêntricos não vendem milhões de discos nem aparecem em grandes programas seculares, pois seus recados não são bem recebidos.

Cuidado com estas mensagens que parecem espirituais, que são agradáveis e cheias de brilho, pois o Evangelho não é tão glamoroso assim. O Evangelho é feito de Sangue!

E cuidado, muito cuidado irmão, com a mensagem que você está abraçando, ela pode ser uma linda e agradável mensagem de morte.



4 comentários:

Somente comentários ofensivos serão moderados. Discordar de mim não é pecado, então discorde à vontade.